ONG Parceira do PortoWeb

Como a Família Pode Ajudar o Esquizofrênico


Principais Sintomas

  • Delírios
  • Desorganização do pensamento
  • Alucinações
  • Perda da capacidade de reagir afetivamente 
  • Retraimento social e diminuição da motivação
  • Tristeza, desesperança
  • Idéias de ruína e de suicídio
  • Dificuldade de memória e de concentração
  • Dificuldade de planejamento e abstração

Fique atento a suas atitudes. Se você tem preconceito em relação à doença e à pessoa, como vai lidar com a situação? Como esperar que os outros reajam sem preconceitos? Livre-se deles! 

Participe do tratamento e colabore com o paciente. Converse com o médico, esclareça suas dúvidas e busque informações sobre a doença.

Trocar experiências com outras pessoas pode ajudar bastante. Procure participar de associações de portadores ou familiares.

Tente enfrentar as diversas situações com tranqüilidade. Mantendo a calma e a firmeza possível estabelecer um diálogo franco e produtivo.

Não critique ou ridicularize o paciente. Diante de suas atitudes esquisitas ou de sua  apatia, lembre-se que são sintomas da doença e não “frescura ou preguiça”. Críticas só tendem a estressar mais.

Evite ser superprotetor, pois o paciente vai perdendo a iniciativa, uma vez que você se antecipa e faz tudo por ele. Encontre equilíbrio.

Busque adaptar suas expectativas à realidade das condições físicas e emocionais do portador de esquizofrenia. A recuperação da doença é lenta. Expectativas elevadas geram frustrações e pioram a autoestima.

O esforço e a dedicação enormes para auxiliar o portador nem sempre são compensados em igual medida. Os sentimentos negativos (frustração, raiva, vergonha, entre outros) vêm à tona. É preciso estar preparado para lidar com os próprios sentimentos.

O portador de esquizofrenia se beneficia de um ambiente estruturado e organizado. Auxilie-o a criar rotinas para o dia-a-dia.

Reserve um tempo para cuidar de si, dedicar-se a suas atividades de lazer. Se você não se cuidar não terá disposição para cuidar do outro.   

  
Dr. Mario Rodrigues Louzã Neto 



A+-     A  ?
» Contatos
Associação Gaúcha de Familiares 
de Pacientes
Esquizofrênicos - AGAFAPE

Rua dos Andradas
1560, 6º andar - Galeria Malcon.
Bairro Centro.
CEP: 90020-010

Porto Alegre - RS.

 (51) 3225-0395
 (51) 3227-3065
 Fale Conosco






Desenvolvimento PROCEMPA