Projetos

PROJETO ATELIER DA VIDA

A AGAFAPE através do seu macro Serviço “Atelier da Vida” que tem como objetivo promover oficinas para a socialização, estimulação e melhora da qualidade de vida e reinserção social de pessoas com esquizofrenia e demais doenças mentais.

Ação desenvolvida – Executar atividades dirigidas a todas as pessoas com transtornos psíquicos que vivem em situação de vulnerabilidade ou risco social e pessoal, através da realização das oficinas abaixo citadas;

Público alvo – As oficinas são dirigidas a doentes mentais crônicos (esquizofrênicos, autistas, bipolares entre outros), sem restrições de cunho financeiro e/ou de vínculo associativo.

Recursos humanos envolvidos – as oficinas são executadas por oficineiros voluntários e contratada, sendo esta as oficina de dança.

Abrangência territorial – atividades disponibilizadas às pessoas com esquizofrenia e outras doenças mentais residentes no município de Porto Alegre e Região Metropolitana.

Entidade executora – própria sede da AGAFAPE
Metodologia – Dispomos diariamente de oficineiros voluntários ou profissionais autônomos capacitados para as atividades acima especificadas. Elaboramos e controlamos quadro de horários e atividades desenvolvidas.

Forma de participação dos usuários – cabe ao usuário participar das atividades/oficinas que lhe interessar. Com liberdade de freqüência e horários.

Estratégias para participação dos usuários e avaliação – as sugestões e escolhas das oficinas pelos usuários, são acolhidas e respeitadas. Há na entidade o incentivo para a renovação das oficinas, tentando da melhor forma contemplar as propostas sugeridas pelos participantes das oficinas. Procuramos sempre com o término das atividades desenvolvidas ter um feedback a respeito da referida atividade, com o intuito de visualizar qual foi a absorção da atividade bem como se sentiram-se contemplados com a mesma.

Capacidade de atendimento – o número de oficinas realizadas, assim como, a continuidade é limitada pela disponibilidade de voluntários e oficineiros contratados para dirigi-las. A sede da AGAFAPE também é limitada em seu espaço físico, e para que a atividade ocorra fluentemente com a participação de todos, estipulamos um número de 25 participantes por oficina.

Oficina de Artes Manuais.

Descrição: Devido ao uso de medicação psicotrópica, um dos efeitos colaterais é a perda da motricidade fina e, através desta atividade, busca-se favorecer a destreza manual, bem como, favorecer a auto estima pelos trabalhos realizados.
Frequência: 01 vez por semana.

Oficina de Dança Circular

Descrição: Propicia a integração do grupo, a sociabilidade, bem como trabalha a motricidade.
Frequência: 01 vez por semana.

Oficina de Dinâmica de grupo e Jogos

Descrição: Desenvolver, junto ao grupo de participantes da AGAFAPE, habilidades de raciocínio, memória, expressão oral e escrita, assim como a convivência através de trocas de práticas e idéias entre iguais. Desenvolvimento do raciocínio, reflexão sobre valores e habilidades de socialização.
Nº de atendimentos: 01 vez por semana.

Hora do Lanche

Descrição: Favorece a sociabilidade, hábitos de convivência social e integração e possibilita laços de amizade. Os atendimentos durante o ano de são diários, exceto aos sábados e domingos. Recebem lanches diariamente os participantes, os oficineiros/voluntários, além dos familiares e visitas eventuais.

Roda de conversa guiada pelos estudantes da área de psicologia

Descrição: Propicia a integração do grupo, a sociabilidade, a construção de novos saberes, o exercício da escuta e da fala, a troca de realidades vividas individualmente no cotidiano dos participantes e a construção de estratégias de enfrentamento das diversas realidades.
Nº de atendimentos: 01 vez por semana.

Oficina de Informática

Descrição: Proporcionar aos participantes, acesso aos meios de informática, a fim de que se insiram e tenham conhecimento do mundo digital.
Frequência: 1 vez ao mês.

Oficina de LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais

Descrição: Estabelecer maior compreensão dos participantes com a Libras, possibilitando interação com pessoas surdas. Associar e analisar palavras e expressões da Língua Brasileira de Sinais; trocar experiências com os colegas sobre as novas palavras aprendidas; envolver-se e entender maneiras mais significativas de se comunicar com pessoas com deficiência auditiva.
Nº de atendimentos: 01 vez por semana.

REALIZAÇÃO DA SEMANA DE ATENÇÃO A ESQUIZOFRENIA

Descrição: A referida Semana tem por objetivo incentivar a população a se envolver com a causa, lutando pela inclusão e pela não discriminação de pessoas com esquizofrenia numa sociedade mais igualitária. Em 24 de maio, lembrado como o Dia Mundial de Atenção à Esquizofrenia. Com isso o objetivo de ampliar um maior engajamento entre familiares e pessoas envolvidas com os trabalhos em prol da saúde mental da população de Porto Alegre.
Frequência: uma vez ao ano.

MULHERES EMPREENDEDORAS – CURSO DE CAPACITAÇÃO

Descrição: Promover oficinas de aprendizagem para mulheres, mães, familiares e cuidadoras de pessoas com esquizofrenia, a fim de fomentar a geração de renda.
Frequência: 2 vezes por semana
Nº de atendimentos: 25 pessoas por aula.